Loading...

Cálculos Urinários

Presente em cerca de 15% da população, os cálculos urinários são cristais que se agrupam e perdem a solubilidade, formando uma espécie de “pedra”. Podem ocorrer em qualquer idade, porém são mais comuns em pessoas entre 20 e 40 anos. Os cálculos podem ser eliminados na urina, porém, quando isso não acontece, podem causar obstrução à passagem da urina, causando dor, sangramento urinário, podendo levar a infecções urinárias e alteração no funcionamento dos rins.

O problema geralmente é causado por desequilíbrio entre os fatores que promovem a cristalização dos componentes presentes na urina e dos fatores que protegem contra a formação e agregação dos cristais. A baixa ingestão de líquidos, alimentação inadequada (excesso de sal) e o sedentarismo também exercem um papel importante para o aparecimento da doença. A presença de outras doenças como gota, diabetes mellitus, obesidade e hipertensão também facilitam a formação dos cálculos urinários.




Tratamento Endourológico dos Cálculos Urinários

- Ureterorrenolitotripsia semirrígida e flexível a laser
- Nefrolitotripsia percutânea convencional

Cirurgia renal percutânea minimamente invasiva

- Mini-percutânea (MPCNL)
- Ultramini-percutânea (UMP)
- Supermini-percutânea (SMP)


Cirurgia para cálculos de bexiga

- Cistolitotripsia transuretral a laser
- Cistolitotripsia percutânea a laser